LITERATURA DO AA

A Literatura de A.A.

A literatura tem desempenhado um importante papel no crescimento de A.A. Um fenômeno notável no último quarto de século foi a explosão de traduções de nossa literatura básica para inúmeros idiomas e dialetos.

Alcoólicos Anônimos

Os Alcoólicos Anônimos, são várias centenas* de homens e mulheres que recuperam-se de uma condição mental e física até hoje aparentemente incurável. Mostrar a outros alcoólicos exatamente como nos restabelecemos, é o principal objetivo deste livro.

A.A. e os programas de assistência aos empregados

Programa de Assitencia Este folheto apresenta sinteticamente o modo como Alcoólicos Anônimos tem cooperado na implantação e manutenção de programas institucionais e empresariais de ajuda para empregados alcoólicos, um trabalho que tem tido como resultados: recuperação individual e familiar; economia de custos para empresas e instituições (provocados por afastamento do trabalho, hospitalização, tratamentos, atendimentos de emergência, etc.) e também recuperação da produtividade ou do rendimento no trabalho dos empregados alcoólicos. Literatura dirigida a profissionais de Recursos Humanos, Assistência Social e outros. (04 faces).

A.A. em sua comunidade

Comunidade Com o objetivo de informar como a Irmandade trabalha na comunidade para ajudar alcoólicos, este folheto informa: a nossa posição no campo do alcoolismo; como Alcoólicos Anônimos funciona; o que são os Grupos e as Reuniões; quem são os membros de A.A.; onde é possível encontrar A.A.; o que é o Escritório de Serviços Gerais; o que as pessoas podem esperar de A.A. e o que a Irmandade não faz. (08 faces).

Auto suficiência pelas nossas próprias contribuições

Dirigido a todos os membros da Irmandade (e uma leitura fundamental para servidores dos comitês e órgãos de serviços de A.A.), este folheto fala do compromisso individual para com o princípio de auto-suficiência em A.A. Relaciona as despesas mais comuns dos Grupos e órgãos de serviços; informa qual é a distribuição dos recursos arrecadados e quem os administra no Escritório de Serviços Gerais e nos órgãos de serviços; e indica as várias possibilidades de contribuição individual e o seu limite máximo, deixando implícita a sugestão de que cada membro pode planejar suas contribuições como julgar melhor. (06 faces).

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License